DJ Grazi Flores apresenta: Lacuna Tropical – O som da pandemia #4

Lacuna Tropical – laboratório de experiências de música eletrônica e discotecagem em toda a sua amplitude e pluralidade

 

O projeto >> O SOM DA PANDEMIA << objetiva criar uma ponte, através de entrevistas e bate-papos com DJs e protagonistas da cena, que permita uma conexão com essa vivência particular e individual dos artistas durante este peculiar, complexo e histórico momento da humanidade que é a pandemia. Como uma forma de registrar a diversidade de singulares experiências durante a pandemia, é traçada uma cronologia sobre a vida pré-pandemia, os resultados do início da mesma com a simultânea experiência coletiva da quarentena, novos hábitos criados, soluções no desenvolvimento dos projetos e carreiras, formas de se sustentar pelo trabalho e perspectivas do pós-pandemia.

Nesta edição, o papo foi com Sub!! Conheça um pouco mais sobre este querido convidado entrevistado:

Começou a se interessar por toca discos em 1989 aos 11 anos, quando seu tio que tinha uma equipe de sonorização o convidou para conhecer sua equipe de som. Foi apreendendo a manusear diversos equipamentos, no qual o chamou mais a atenção foram os toca discos. Aprendeu com seu tio algumas dicas e começou a tocar em festas blacks e pequenas festas em colégios da região tocando Rap, Hip Hop, Break , Dance Music etc. Em 1994/1995 ao mudar de estação de rádio por acaso, estava escutando músicas até então que não conhecia: Jungle, Techno, House, hardcore…
Estava escutando a metropolitana fm e o programa sound factory, na época apresentado pelo DJ Julião e Mark Marky (hoje Marky) Diante disso, pegou o endereço e começou a freqüentar clubes da época (Sound Factory, Nation, Hell’s Club, Toco, Breakin, Rhapsody, Cibéria Station, A Loca) Passou por outros estilos da musica eletrônica como o Drum and Bass, Jungle, House… mas foi pesquisar mais sobre esse estilo musical que até hoje acabou mudando a sua vida: O Techno.

Já se apresentou ao lado de diversos DJs de renome como: Ana e David(PET duo), Murphy, Eto & Gab, Invoke Duo,Pest!,TRB, Julião, França, Nisek, Yes América, Animal, Spicee,Mau Mau,Marky Andy, Bunnys, Mara Bruiser, Tom, Ilya Simeone, Kammy, Marcio Zanzi, Anders, Camilo Rocha,Miguel, Robson,George ACTV,Renato Lopes,Fab,Thiago Grazzioli,Enrico,David Chinellato,Thiel,Nitrosound,Lukas.Alex TB,Diogo Ramos,Fil,Candy Cox,Bad,Eduardo M,Alemão Bombator,Anali,Elton D,Loess,Nori,Rodrigo Lobbão,Germano,Snoop,Marnel,Koloral entre outros.
E dos Internacionais: Gleen Wilson (Heroes/Punish-UK), Junkie Slip(UK), Holgi Star (Kiddaz FM – Berlim), Pauze (Canada),Pascal F.e.o.s(Alemanha),Patrick DSP(Canadá), Stanny Franssen(UK),Andreas Kremer (LFR – Alemanha) , O.B.I(Tekktribe – Alemanha), Dave The Drummer(Hydraulix – Uk), Patrik Skoog(Native Difusion UK),Marco Remus(Nerven – Alemanha),Torsten Kanzler(Killaz – Alemanha),Sandy Warez(Subsounds- Bélgica),Boris .S(Synopsis – Alemanha, Linda Pearl(Skull Tunes – Alemanha),Jerome Hill(Dont Records – Uk), Viper XXL(Animasola rec – Alemanha),Eric Sneo entre Outros.
Alguns dos clubes,projetos e raves aonde já se apresentou: Susi in Transe(Insomnia,Equipament,1.000 Watts) Rebordose eletrônica, A Loca, Mood, Absinto Club, Acid Space, Rave eletrônic space, Techgroove, projeto BPM, Stadium bar, Sidharta music, projeto Tendência, Mix Club.Bar Code, Manga Rosa (Technopride.com) Techno´s bar,Prime clube, Lov.e club,Fast Fuck,Parada GLBT – SP 2004 no carro a loca, Wicked Underground ,private(Piracicaba),Stereo Pub(Curitiba – PR) The Klub(Curitiba – PR) Balada boa(Fortaleza – Ce) Technopride Fortaleza edition(Fortaleza – ce) Clash club, Klastermania, Rave Patrol, Circuito Hard Fest ,Acelera,Planet tech(Santos),Kraft(Campinas),Balatronik(Piracicaba),Surtech, Technoroute, 36 Hours, F.e.v.e.r, ALL TV – Programa Full Mix, Rave Technopride, Bar Informal(Campinas), Projeto Deffination,Tendence Ensaio Art e bar, Fuel Techno, Quarck Club, Cabral, Fervo, DJ Ban, Techno TV( Curitiba), Mono Club entre outros.

MRD é o seu projeto de discotecagem para Sets que variam entre 120 a 140 BPMs e que vão do Detroit Techno ao Dark Techno.

Foi Curador do Clube dos Lenhadores,Aonde participou ativamente no inicio do projeto de Expansão no Nucleo em 2017

Toca do Funky techno, passando pelo Acid ao Hard techno, esse último o seu favorito.Realiza também , sets especiais de old school Techno, Flash Back, Hip Hop e Rock 70,80,90 e 00s
Suas principais influencias são:Tina Charles, Public Enemy, Onyx,Cypress Hill,Too Short,Ramones,Ratos de Porão,Credence, DJ Julião,DJ Marky, DJ Andy, Eric Caramelo, Yes América, Dabolina,Gu, Mau Mau,DJ Sneak, Renato Lopes, PET duo, Laurent Garnier, The Advent, Chris Liebing, D.A.V.E the Drummer, Chris Liberator, Geezer e Adam Beyer.

 

Acompanhem as novidades do Sub pelas redes sociais:
Instagram > https://www.instagram.com/deejaysub
Facebook > https://www.facebook.com/deejaysubsp
Mixcloud > https://www.mixcloud.com/deejaysub
Soundcloud > https://www.soundcloud.com/deejaysub